× Fechar menu
Licitação ao vivo
, clique aqui
Prefeitura Municipal de Tibagi

Prefeitura emite nota sobre obra da Rua Ernesto Kugler

Breve alagamento que acometeu a Rua Ernesto Kugler na última sexta-feira (18) teria acontecido devido ao grande volume de chuva ocorrido num curto espaço de tempo, cerca de 110 milímetros

22/10/2019 em OBRAS
Baixar foto Prefeitura emite nota sobre obra da Rua Ernesto Kugler

A Prefeitura reitera que o projeto da Rua Ernesto Kugler cumpriu com o esperado tecnicamente pela equipe que realizou a obra, já que em menos de 10 minutos toda a água já havia sido escoada

A Prefeitura emitiu, através da Secretaria Municipal de Planejamento, Economia e Gestão (SMPEG), uma nota sobre o breve alagamento que acometeu a Rua Ernesto Kugler na última sexta-feira (18). Devido ao grande volume de chuva ocorrido num curto espaço de tempo, a nova estrutura foi insuficiente para dar vazão à grande quantidade de água que foi recebida. De acordo com a pasta, o volume teria sido em torno de 110 milímetros, muito superior ao esperado para essa época do ano. A secretaria reitera que o projeto da Rua Ernesto Kugler cumpriu com o esperado tecnicamente pela equipe que realizou a obra, já que em menos de 10 minutos toda a água já havia sido direcionada para o novo desvio da Rua Machadinho entre a Rua Ernesto Kugler e a Rua Desembargador Mercer Junior, até alcançar outro ponto de escoamento existente a céu aberto, no Arroio do Passo.

De acordo com a nota, “o projeto da via é uma das prioridades da administração municipal, devido aos alagamentos constantes observados ao longo de 20 anos, dada a sua localização em um talvegue (caminho sinuoso, por onde as águas da chuva e ou nascentes passam) que cruza longitudinalmente toda a cidade, ou seja, a Rua Ernesto Kugler recebe, espontaneamente todo o volume de águas pluviais da região, como se fosse literalmente uma grande bacia.

Em função disso, foi realizado um projeto de um novo sistema de drenagem com levantamento da rede existente, laudos de sondagem, teste de carga, estudo hidrológico e cálculos de vazão necessária para cada área de contribuição. Nesse sistema foram implantadas novas redes de galerias, sarjetas, drenos e caixas coletoras compatíveis com a necessidade de escoamento da região e dimensionadas para evitar os pontos de alagamento e as constantes obstruções por detritos da construção civil e lixo doméstico.

O projeto elaborado especificamente para a Rua Ernesto Kugler, aumentou a capacidade de escoamento das águas superficiais e da capacidade de vazão da rede de drenagem. Ainda houve concentração de água em alguns pontos, uma vez que a sua localização em fundo de vale, exige a implantação de um sistema de drenagem complexo abrangendo toda a região em torno da via.

A Rua Reginaldo Guedes Nocera, por exemplo, que não apresenta rede de drenagem e caixas de captação, mas, deveria apresentar galerias, uma vez que geram grandes volumes de escoamento superficial, provocando danos na Rua Ernesto Kugler, principalmente nas propriedades próximas às esquinas. Portanto, mesmo com o sistema de drenagem projetado para a Rua Ernesto Kugler, poderá ocorrer problemas com os escoamentos gerados pelas ruas próximas, até que seja providenciada, posteriormente, a execução de redes de galerias de águas pluviais em todo o entorno.

A obra de drenagem e recape asfáltico da Rua Ernesto Kugler ocorreu em duas etapas, da Avenida Homero Talevi Campos até a Rua Manoel Bento dos Santos, incluindo a Rua Machadinho e a segunda etapa iniciou desde a Rua Manoel Bento dos Santos até Rua Irineu Gobbo, onde foram investidos R$ 2.066.433,96 a fundo perdido do Governo do Estado”, cita a nota.

O documento termina pedindo apoio da população para que não deposite “materiais e entulhos de construção civil nos passeios e vias, evitando as obstruções das redes de galerias”.

ASSECOM - Prefeitura de Tibagi

Foto: João Pedro Agostinho


Compartilhe nas redes sociais: